quarta-feira, 28 de março de 2012

Doce de mamão verde em calda

Deu um temporal tão forte por aqui, com muitas rajadas de ventos, que depois de passado fui ver os estragos. A cobertura da estufa foi arrancada, algumas plantas tombadas e muitos mamões caídos do pé ainda verdes. E sabe como é né? Devemos aproveitá-los, então coloquei mãos à obra para fazer doce de mamão verde que já fazia um tempão que estava nos meus planos, e o ocorrido só apressou a coisa hehe. Dentre os doces de fruta em calda, depois do figo, esse é o que mais aprecio. Como eu sou um pouquinho maluquinha eu fiz o doce em fitas enroladinhas, que não vou negar - dá um pouco de trabalho. Mas para as pessoas normais, que não gostam de sofrer eu aconselho a cortar o mamão em pedaços  que também fica muito bom, pois a diferença fica só na aparência.




O que é preciso:

1 mamão verde (mais ou menos 1 quilo e meio)
agulha e linha
cal virgem
500 gramas de açúcar cristal
Folhas de figueira ou na falta pau de canela e cravos-da-índia

Modo de preparar

Risque o mamão para sair o leite (dizem que é para amadurecer logo e tirar o amargor, mas isso não tem comprovação científica, mas pelo sim pelo não, vamos riscar o mamão né?) por algum tempo. Lave muito bem, descasque-o e corte em fitas com um fatiador de legumes ( ou corte-o em pedaços). Enrole as fitas e prenda com agulha e linha, formando um cordão(como mostra a foto) de 10 a 15 centimetros.
Em um recipiente de plástico coloque os cordões e cubra-os com água e junte 2 colheres (sopa) de cal virgem, mexa até dissolver bem e deixe o mamão de molho de 2 a 3 horas.
Passado isso lave muito bem em água corrente para tirar todo cal.
Coloque os cordões em uma panela sem água, cubra com o açúcar, junte as folhas de figueira ou canela e cravos. Sem mexer tampe a panela e leve ao fogo baixo por mais ou menos 45 minutos. Depois destampe e mexa com cuidado, e deixe por mais uns 15 minutos. Desligue o fogo, deixe esfriar um pouco o suficiente para poder retirar a linha sem se queimar. Coloque em potes de vidros e conserve em geladeira.

Corte o mamão em fitas e prenda com agulha e linha formando um cordão


Leve ao fogo baixo em uma panela com o açúcar e as folhas de figueira


Nota: Eu deixei algumas fitas sem enrolar e ficou bem legal.Podendo até empregá-las em decoração de bolo ou tortas.






22 comentários:

  1. Lourdes, olha aí amiga delicia... sou super curiosa nessas vossas frutas, pena que aqui em Portugal nao tem.... fico sempre imaginando qual será o gosto que elas têm!!!

    Uma pergunta, o que é cal vigem????

    Beijocas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Margarida, a cal virgem é o calcário moído e processado e é usado na construção civil no preparo da argamassa e também na pintura de parede. A função da cal no doce é que ao cozinhar os pedaços de mamão ficam com uma película resistente ao morder e macios por dentro. Uma delícia!!!

      Excluir
  2. Bom dia Lourdes,

    Além do mais é um doce fino, delicado, de textura crocante.
    Minha bisavó fazia e lembro de não tirar a casca, tanto que ficava aquele filete verde mais escuro.
    Que coisa...As produções do seu Blog calam fundo em minh'alma.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assim com a casca nunca fiz, mas imagino que o visual fique bem interessante.

      Marbene o caipira paulista é muito parecido com o mineiro, acho até que é um mineiro que atravessou os limites de Estado.

      Excluir
  3. Lourdes seu doce me fez lembrar da minha avó ela também faz com perfeição, o que ficou muito gostoso.
    Bjo

    Ah tirei a verificação de palavras do blog depois passe lá e me conte se deu certo.

    ResponderExcluir
  4. Lindo...lindo...lindo!!!É um dos meus preferidos também.Nunca fiz em fitas morro de vontade...mas eu sou nooormal!Esse toque de folhas de figueira...Lourdes do céu, arrasou baby, como sempre é claro!Dava tudo pra provar umas meia dúzia dessas fitinhas rsrsrs Beijão

    ResponderExcluir
  5. Que capricho, Lourdes! Acho que não teria jeito para preparar esse doce que tanto gosto. Parabéns, ficou lindo!
    Bj,
    Lylia

    ResponderExcluir
  6. LURDES QUERIDA,
    AINDA BEM QUE VC SOBRE APROVEITAR O ESTRAGO COM ESTE
    DOCE TÃO LINDO E DELICIOSO, FICOU PERFEITO!

    BEIJINHOS, FICA COM DEUS!

    ResponderExcluir
  7. Nossa esse é o doce da minha infância na fazenda dos meus avós - agora vc me fez voltar no tempo e a comida da alma é bem a que faz isso com a gente. Eu amei não tenho outra palavra pra falar sobre sua postagem de hoje.

    Eli

    ResponderExcluir
  8. Nossa, sou apaixonada por esse doce Lourdes. É magnífico!
    Bjs
    Vivi
    www.viviass.blogspot.com.br
    www.meublogdereceitasfavoritas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Nem me fale em temporal, ontem deu um por aqui e deixou um rastro com muitas árvores caídas, mas como disse o moço do rádio...rs, é a natureza pedindo passagem.
    Já tinha visto uma receita parecida, mas fazer que é bom nada...vejo que dá muito certo e ficam lindos os enroladinhos, quem sabe não me atrevo um dia!
    Parabéns, ficou lindo seu doce!

    Bjuss!!!

    ResponderExcluir
  10. Sogra o ale disse que ta com vontade de sagu, comentei que iria fazer e ele disse: mas tenho vontade do sagu que minha mãe faz kkkkkk

    ResponderExcluir
  11. Que receita maravilhosa Lourdes, e você foi tão didática que até pareceu bem fácil de fazer.
    Vou levando a receita e já agradecendo pela partilha desta delícia.
    Um grande beijo

    ResponderExcluir
  12. Meu método é não leva cal, mas fica bom também. Fiz um post em 2010, relembrando esse doce dos tempos da vovó e matei a saudade.
    Boa semana!

    ResponderExcluir
  13. Lourdes q coisa linda!!!!! amo doces., eo seu me encheu a boca de aqua!q Deus teabençoe hj e sempre marli assis sp

    ResponderExcluir
  14. Olá Lourdes! Eu fiquei apaixonada pelo doce de mamão, porque me fez lembrar que a minha mãe fazia, quando eu tinha uns 10 anos. É agora peço licença pra seguir o teu blog. Parabéns por todas as delícias que aí se encontra. Beijos, Nina Paim

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Nina, que bom que gostou, será sempre um grande prazer ter você por aqui.
      Seja muito bem vinda!

      Bjs

      Excluir
  15. parabens pela produçâo e aparencia do doce

    ResponderExcluir
  16. Maria de Lurdes, fiz a receita como você explica , só estranhei que a foto do seu doce tem calda e fica lindo.
    Fiz exatamente como esta na receita, além de ficar duro ficou seco, você faz calda a parte?
    Adoro este doce, help

    bjs
    Suely azevedo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi suely, quando faço eu tampo a panela e deixo em fogo baixo, mas se mesmo assim ficar duro e seco é só colocar um pouco de água e deixar ferver para formar a calda, não tem erro. O doce em fita colocado no cal fica com uma textura crocante mesmo.

      Excluir
  17. Lourdes fiz seu doce hoje,uma amiga ja havia feito,da trabalho mais fica uma delicia,vale a pena fazer. Bjooss

    ResponderExcluir
  18. eu faço este mesmo doce mas coloco uns 10 minutos na pressão fica show

    ResponderExcluir

Fico grata por comentar. Se você não tem um perfil na web e for comentar como "anônimo" , por favor assine seu nome para eu saber quem você é. Se quiser uma resposta particular escreva para o e-mail: coisascadecasa@hotmail.com.br