sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Pamonha

O milho está no ponto! Juntei amigos para fazer pamonhas. Um colhe, outro retira as palhas, outra rala e assim por diante. É sempre uma alegria esses ajuntamentos,do início ao fim se faz presentes a camaradagem e o bom humor. É costume fazer muitas pamonhas, e no final distribuir: seis para a vizinha, seis para a comadre  e assim vai, seguindo a tradição da generosidade caipira em partilhar.

Sempre gostei de pamonhas, mas fazê-las era para mim coisa de outro mundo - do mundo das pessoas da roça. Morando na capital era difícil encontrar pamonhas iguais aquelas que comíamos  na casa da avó. E só quando íamos em férias para o interior é que podíamos apreciá-las.
Mas hoje sou da roça hehe e como toda boa sitiante sei fazer pamonhas. Não via a hora do milho plantado nos meados de novembro ficar no ponto para as gostosas pamonhas. E aqui vai uma receita calculada para que, qualquer um na cidade ou não, faça sem muito trabalho.



O que é preciso:

12 espigas de milho
1 xícara (chá) de leite
1xícara (chá) de açúcar
Queijo branco em quadradinhos ( o suficiente para colocar um pedaço em cada pamonha)

Como fiz:

Tire as palhas da espigas, aproveite as melhores e reserve. Limpe bem as espigas retirando todos os cabelinhos. Rale ou corte  as espigas retirando todo o grão, junte o leite ( se preferir cortar, bata no liquidificador com o leite) suficiente para formar uma massa grossa.

Adoce e coloque dentro dos saquinhos (feitos com as palhas reservadas) um pouco de massa e junto coloque um pedaço de queijo. Amarre com uma tira (feito com a própria palha ou se preferir use barbante) e leve para cozinhar em água fervendo.
Quando a palha amarelar é sinal que está cozida. Escorra e sirva-as no próprio saquinhos.


As etapas no preparo de pamonhas.



Se não conseguir fazer o saquinho à moda caipira, aqui vai uma maneira mais simples, usando a máquina de costura.



1 - Pegue uma palha e junte as laterais e faça uma costura



2 - Depois faça outra costura na parte mais  larga formando um saquinho









3 - Vai ficar assim - Depois de encher com a massa amarre com uma tira da própria palha.

5 comentários:

  1. Prima, meu pai viu sua postagem e gostou. Disse que a mãe dele também costurava a palha pra fazer os saquinhos. Mas que belas fotos, me deu água na boca.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agora você falando assim fiquei aqui imaginando da onde me veio a ideia
      de costurar os saquinhos. Vai ver que isso ficou na minha memória mais remota, pois quando a vovó Izide faleceu eu era muito pequena e não me lembro de ter visto isso em nenhum lugar.

      Excluir
  2. oi Lourdes... que delícia de pamonha!!!

    nunca fiz pamonha, sempre compro prontas, mas agora fiquei com vontade de fazer...

    uma dúvida: qual é o ponto certo do milho para que a pamonha fique boa?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse é o ponto da questão Valéria, na hora da colheita é que a gente vê se está bom ou não, e é quando o cabelo da espiga começar a secar.
      Sei que não ajudei muito, porque quem compra o milho já ensacado fica difícil né?

      Bj

      Excluir
  3. ja fiz e ficou uma delicia, só acrescentei uma pitada generosa de sal. que como de costume coloco no cural também. adorei a ideia de costurar pois as minhas sempre vazavam. bjs

    ResponderExcluir

Fico grata por comentar. Se você não tem um perfil na web e for comentar como "anônimo" , por favor assine seu nome para eu saber quem você é. Se quiser uma resposta particular escreva para o e-mail: coisascadecasa@hotmail.com.br