quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Goiabada cascão

A goiabada cascão é um doce tradicional da culinária mineira. É uma receita muito fácil de fazer.Para cada quilo de doce utilizam-se dois quilos de goiaba. No modo original de fazer o doce, a fruta é colocada aos pedaços dentro do tacho, mas dei uma modificada e assim acelerei o processo de cozimento, porque do contrário haja braço!




                                                   Goiabada cascão




O que é preciso:


1.000 ml de polpa (mais ou menos 10 goiabas) de goiabas vermelhas e maduras
500 gr de acúcar cristal
1/2 copo (americano) de suco de limão


Como fiz;


Corte as goiabas ao meio e retire as sementes, lave-as  pique e bata no liquidificador com um pouco de água (o suficiente para poder liquidificar). Reserve un pedacinhos de goiabas para colocar no doce um pouquinho antes do doce chegar no ponto.
Em uma panela coloque a polpa de goiaba, o açúcar e o suco de limão. Leve ao fogo médio e vá mexendo até que fique no ponto (ao virar um pouco a panela, o doce se desprende com facilidade do fundo). Depois de pronto coloque o doce em forma forrada com papel manteiga ou celofane. Deixe esfriar e retire da forma e embrulhe com o papel. Ao forrar a forma deixe sobras de papel para poder  embrulhar.
Como forma eu usei pote plástico, mas poderá ser colocado em caixinhas de madeira. Fica muito bonito para presentear.


 Forre a forma com papel manteiga ou celofane

Quando esfriar retire da forma e embrulhe



8 comentários:

  1. OI Lourdes,
    Lindos seu doces!! Eu não sou fã de goiabada mas adoro um suco ou sorvete de goiaba !! Já tentou fazer? Tem uma receitinha lá no blog.
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Olá Lourdes,

    Adoro, fica no ponto de cortar e colocar entre duas fatias de queijo canastra.

    Muito bom!

    ResponderExcluir
  3. Lou vou levando está receita comigo.
    Bom domingo!

    ResponderExcluir
  4. isso deve ficar buenissimo, bha, to loco que minha goiabeira de fruto
    meu deus do ceu vou virar um proficional na arte de fazer doce.

    ResponderExcluir
  5. Sinto muito, mas a goiabada cascão é diferente, O que caracteriza o doce - e lhe dá o nome - é a crosta açucarada que se forma na parte externa da peça. Assim, a crosta, ou cascão, apresenta uma aparência esbranquiçada e firme, enquanto o interior é macio e tem um tom uniforme de vermelho. Quem viveu nos anos 1960 conheceu a iguaria, que vinha acondicionada em caixas de madeira e papel vegetal, Eram barras imensas, de até 10 kg, vendidas inteiras ou "a retalho" nas "vendas" pelo interior do Brasil. Não resistiu à invasão das marmeladas, goiabadas e marrom-glacê enlatadas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O processo de fazer a goiabada cascão é o mesmo. Antigamente a goiabada cascão depois de prontas eram colocadas em folhas de bananeiras até secarem para depois armazenarem em caixas de madeiras, a crosta açucarada formava por ressecamento,

      Excluir
  6. Delicia...obrigada....adorei sua receita.

    ResponderExcluir
  7. Cheio de especialistas. É desse jeito mesmo. Quem souber diferente, passe a receita.

    ResponderExcluir

Fico grata por comentar. Se você não tem um perfil na web e for comentar como "anônimo" , por favor assine seu nome para eu saber quem você é.